(11/2013) SEM. DESIGN RIO

 

Os principais destaques da Semana de Design do Rio

 

De 24 a 27 de outubro, o design movimentou o Rio de Janeiro. Confira alguns destaques da programação deste festival.

 

IMAGEM: Adesivo para as paredes dos quartos infantis.

 

Um atelier bacana que abriu as portas durante todos os dias do evento foi o do Biofuton em parceria com o Estúdio Baobá. O espaço deles, montado em uma simpática garagem nos fundos de um sobrado na Gávea, lançou a nova linha de móveis da Baobá, desenvolvida com Valchromat, um tipo de MDF já colorido, não tóxico e de alta resistência mecânica.

 

Foram cinco dias de folia, com debates, mostras, encontros e uma infinidade de eventos espalhados pela cidade maravilhosa. Todos com o mesmo tema: o design nas suas mais diversas formas e formatos – seja ele aplicado à estética urbana, gráfica ou de produto. O quartel general da festa foi o Jockey Club, na Gávea. Ali, estava a bem-montada exposição “Rio+Design”, recheada de móveis, jóias e eletrodomésticos assinados. Foi possível encontrar ali o resuldado da parceria, implementada pela Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), entre designers e pequenas indústrias, como o banco Uni Duni Tê, da Elon Móveis com a Van Camp design; a cadeira Mamulengo, de Eduardo Baroni com a Elon; e a mesa de jantar Totem, da Latoog com a Arte em Vime e ainda a mesa de centro Beg01, de Bernardo Senna com a Begmu. Só para citar alguns. A seleção de peças incluiu ainda a bela linha Copacabana de Carlos Alcantarino, que lançou poltronas e banco com estrutura de tauari e trançado de percintas coloridas, além da luminária Ara, da Mameluca, que traz uma forma orgânica

 

Compartilhe esse matéria